Comunicados de imprensa

Brisa adquire 5,8% da Acesa e estabelece parceria estratégica

16/09/02

A Brisa – Auto-estradas de Portugal, S.A adquiriu, no final do dia 13 de Setembro, uma participação de 5,77% do capital da empresa espanhola ACESA – Infraestruturas, S.A. pelo preço total de 218,5 milhões de euros, correspondente a 19 milhões de acções ao preço unitário de 11,5 euros.

Esta operação insere-se no contexto do Acordo de Parceria Estratégica, celebrado também nesta data, tendo por objecto o desenvolvimento de uma actuação concertada de ambas as empresas nas seguintes principais áreas de negócio:

Área Internacional – as partes acordaram explorar em conjunto oportunidades de investimento em projectos de dimensão internacional, em especial, concessões rodoviárias.
Sistemas Automáticos de Portagens – as partes procurarão desenvolver um sistema de portagens integrado, bem como definir uma posição comum relativamente à política europeia de portagens rodoviárias.
A parceria estratégica ora constituída é consolidada através dos dois seguintes vectores:
Existência de participações cruzadas entre ambas as empresas – para além da participação adquirida hoje pela Brisa, a Acesa já é detentora de uma participação de 10% da Brisa.
Participação de cada uma das empresas no órgão de administração da outra. Sujeito à aprovação dos accionistas respectivos, prevê-se que cada uma das empresas designe um membro da administração da outra.
O acordo celebrado traduz as perspectivas comuns de duas das maiores concessionárias de auto-estradas a nível europeu quanto ao futuro desta indústria e, bem assim, a existência de uma posição comum quanto aos respectivos modelos de gestão e desenvolvimento estratégico.

Do acordo resulta ainda a intenção de desenvolver um esforço conjunto para a criação de um consórcio internacional, liderado pela Brisa e pela Acesa, para concorrer à privatização da ENA – Empresa Nacional de Autopistas, de Espanha.

A Acesa é a empresa pioneira e líder no sector de auto-estradas em Espanha, tanto pela extensão da rede em exploração – para um total de 726 Km em gestão directa -, como pelo número de veículos que circulam nas vias que gere e que, em 2001, foi de 378 milhões. Além disto, a Acesa está presente, através das suas participações, em Itália, Portugal e Argentina.

O Grupo Acesa, primeira empresa espanhola de gestão de infra-estruturas de transportes e comunicações, é liderado pela Acesa Infraestructuras que encabeça quatro áreas de negócio, conforme os tipos de infra-estruturas em que opera: Autopistas – a rede de auto-estradas com portagem; Saba – parques de estacionamento; Acesa Logística – promotora de equipamentos e zonas de serviços em espaços logísticos; e Acesa Telecom – infra-estruturas de telecomunicações. No ano 2001, o Grupo Acesa obteve lucros de 172 milhões de euros e receitas de 710 milhões de euros, com fundos próprios de mais de 1.765 milhões de euros.

A Acesa Infraestructuras é a terceira maior empresa europeia do sector, com uma capitalização bolsista de cerca de 4 mil milhões de euros, e aquela que maior tradição tem nos mercados, onde as suas acções são negociadas há mais de 15 anos. Entre outros índices internacionais, as suas acções estão presentes nos índices MSCI Europe Industrials e Dow Jones Stoxx e Eurostoxx Industrial. Em Espanha, a Acesa Infraestructuras está presente no Ibex 35, que agrupa as principais empresas espanholas cotadas. A Acesa tem avaliações de risco AA- para o longo prazo e F1+ para o curto prazo, atribuídas pela Fitch, que a situam entre as empresas privadas mais altas de Espanha.

A Brisa é o maior operador ibérico de auto-estradas com uma concessão de 1106 Km. Actualmente, a Brisa já tem em exploração 1000 Km e o restante entrará em serviço até 2004.

Além da construção, conservação e exploração de auto-estradas, a Brisa desenvolveu a Via Verde, um sistema electrónico de pagamento de portagens, pioneiro a nível mundial, que se encontra em serviço em todas as concessões de auto-estradas e pontes com portagem em Portugal.

A Brisa desenvolve a sua actividade noutras áreas como os serviços rodoviários, nomeadamente a assistência e a inspecção automóvel.

A Brisa detém uma participação de 17% na CCR – Companhia de Concessões Rodoviárias, o maior concessionário de auto-estradas da América Latina, com uma rede concessionada de 1290 Km.

Actualmente, a Brisa é a 4ª maior empresa portuguesa cotada em bolsa, com uma capitalização bolsista de 3 mil milhões de euros. A Brisa integra o índice PSI 20 da Bolsa portuguesa, com uma posição de 12%. A nível internacional, a Brisa integra os índices Euronext Top 100 e Dow Jones Sustainability STOXX. A Brisa tem avaliações de risco de AA- e A1, atribuídos respectivamente pela Standard & Poors e Moody’s.