Comunicados de imprensa

Grupo José de Mello com melhoria dos principais indicadores em 2002

30/05/03

Apesar do clima de abrandamento económico, a José de Mello, SGPS, SA encerrou 2002 com uma melhoria dos principais indicadores consolidados.

O Grupo José de Mello registou um resultado líquido consolidado de 33,7 M€ no final de 2002, o que representou uma evolução de 390% face a 2001, altura em que o resultado líquido ascendeu a 6,9 M€.

O activo consolidado, registou um crescimento de 6%, passando de 2.232 M€ em 2001 para 2.367 M€ em 2002. O aumento do activo ficou a dever-se essencialmente ao impacto da aplicação, pela primeira vez, do registo dos impostos diferidos nos Capitais Próprios da Brisa, consolidada na José de Mello, SGPS, SA pelo método da equivalência.

Relativamente ao volume de negócios consolidado, registou também um crescimento face a 2001, da ordem dos 5%, atingindo o montante de 748 M€. Para esta evolução, contribuíram principalmente os Grupos CUF e José de Mello Saúde, que consolidaram, pela primeira vez, os resultados operacionais de 12 meses de duas novas unidades: a Elnosa, na área da Indústria Química, e o Hospital CUF Descobertas, na área da Saúde.

Os capitais próprios consolidados ascenderam, no final de 2002, a 378 M€, o que representou um reforço da ordem dos 24%.