Responsabilidade Social

Compromisso de Responsabilidade Social
separador-azul-jose-de-mello

 

Num contexto particularmente adverso, fruto da inesperada crise pandémica que assolou o mundo em 2020, a José de Mello e as principais plataformas e unidades de negócio do Grupo José de Mello prosseguiram, no exercício de 2020, o compromisso de desenvolver uma atividade empresarial socialmente responsável, adaptando as suas habituais iniciativas e desenvolvendo ações especificas com o objetivo de responder a desafios e necessidades concretas que surgiram no âmbito da Covid-19.

O Programa de Voluntariado do Grupo José de Mello, uma das mais importantes iniciativas de responsabilidade social transversal, assinalou em 2020 o seu nono ano de vida.

A pandemia condicionou a habitual atividade dos voluntários, no entanto, e mantendo o criterioso cumprimento das orientações em vigor, alguns voluntários deram continuidade à sua colaboração junto das entidades parceiras, em conformidade com as necessidades por estas manifestadas. O evento “Dia do Voluntário”, que reúne anualmente os participantes do programa e representantes das entidades parceiras num dia de convívio muito especial, não se realizou.

O Programa de Voluntariado contou, em 2020, com a participação de 427 voluntários, provenientes de todas as empresas participadas, antigos colaboradores e membros da família José de Mello, tendo consolidado a ligação à sua rede de 14 entidades parceiras: Associação Coração Amarelo, Centro Comunitário da Galiza, Centro Comunitário da Paróquia de Carcavelos, Obra do Frei Gil, Movimento de Defesa da Vida, Junior Achievement Portugal, Bebés de São João, Associação dos Albergues Nocturnos do Porto, Refood, Banco Alimentar, Entrajuda, Centro Comunitário de São Cirilo, Vida Norte e a Santa Casa de Misericórdia de Santarém (as três últimas com adesão em 2020).

Para validar a estratégia de atuação que tem servido de base ao Programa de Voluntariado, foram uma vez mais realizados inquéritos de avaliação junto dos voluntários e das instituições parceiras. Os resultados obtidos refletiram um elevado nível de satisfação dos voluntários, por um lado, e um forte impacto social no terreno, por outro lado.

Igualmente transversal a todo o Grupo José de Mello, a iniciativa “Árvore do Apadrinhamento”, cujo objetivo é sensibilizar os colaboradores para a oferta de um presente de Natal a crianças carenciadas, voltou a revestir-se de grande sucesso em 2020, tendo sido apadrinhadas todas as 885 crianças referenciadas, menores de 15 anos de idade, provenientes de 11 instituições: Centro Juvenil Comunitário Padre Amadeu Pinto, Casa de Proteção e Amparo de Santo António, Regaço Materno – Centro Social Paroquial Padre Ricardo Gameiro, Centro Comunitário da Galiza, Sociedade de São Vicente de Paulo, Centro Paroquial do Estoril, Associação Projeto Alkantara, Vida Norte, CC São Cirilo e Centro Social e Paroquial de Algueirão Mem Martins.

Uma terceira iniciativa transversal de responsabilidade social de grande importância é o projeto Ser Solidário, sucessor do projeto Natal Solidário, que decorreu de 2002 a 2007 e que, em conjunto, já permitiram reunir, até à data, apoios no valor total de mais de 784 mil euros, que beneficiaram diversas instituições de solidariedade social.

Este projeto garante o envolvimento dos colaboradores, mediante o desconto de, no mínimo, um euro do vencimento mensal, dando-lhes ainda a possibilidade de votarem, no final do ano, nas instituições que gostariam de ver beneficiadas.

Na edição de 2020, a ATM, a Bondalti, a CUF, a José de Mello e a José de Mello Residências Serviços, atribuíram um apoio financeiro de quatro mil euros a cada uma das instituições escolhidas pelos colaboradores: Associação Novo Futuro, a Associação Humanitária de Salreu e Renascer- Centro de Acolhimento Temporário de Crianças em Risco.

 

Ler mais...

Uma quarta iniciativa transversal de responsabilidade social de grande relevo, desenvolvida pela Fundação Amélia de Mello (FAM), é o programa de bolsas de estudo, para licenciaturas e mestrados, destinado a filhos de colaboradores das empresas do Grupo José de Mello.

No ano letivo de 2020/2021, foram atribuídas 20 bolsas para licenciaturas e nove bolsas para mestrados a filhos de colaboradores das empresas ATM, Bondalti, Brisa e CUF.

Em 2020 foram ainda atribuídas as bolsas D. Manuel de Mello e Pedro Maria José de Mello Costa Duarte, a primeira destinada a jovens médicos que desenvolvam projetos de investigação clínica e a segunda orientada para premiar e promover projetos de investigação e estudos sobre a síndrome de Angelman.

Em 2020, e no âmbito da atividade da Fundação Amélia de Mello, merece especial destaque o lançamento, no dia 30 de junho, de um vasto programa comemorativo dos 150 anos sobre o nascimento de Alfredo da Silva, criador do Grupo CUF, cujo encerramento terá lugar no dia 30 de junho de 2021, altura em que se assinala o nascimento daquele que é considerado o maior industrial português do século XX.

Ao longo de um ano, envolvendo a academia e as escolas, o plano de iniciativas promove a realização de 13 conferências temáticas, um concurso criativo dirigido a jovens estudantes do ensino básico, secundário e profissional, com o alto patrocínio do Presidente da República, a atribuição de três prémios científicos, o desenvolvimento de estudos e obras de investigação, a realização de um documentário em vídeo sobre a vida e obra de Alfredo da Silva e ainda a emissão de selos comemorativos pelos CTT.

A Colónia de Férias para filhos de colaboradores, habitualmente promovida entre junho e agosto, não se realizou em 2020 devido aos constrangimentos impostos pela pandemia.

Em 2020, a José de Mello viu renovada a sua adesão ao Compromisso Pagamento Pontual, uma iniciativa da Associação Cristã de Empresários e Gestores (ACEGE) que conta com a participação de mais de 1.200 empresas e organizações fortemente empenhadas na promoção de pagamentos dentro dos prazos acordados. Este compromisso atesta o cumprimento dos pagamentos a fornecedores, sem atrasos, por parte da José de Mello.

A José de Mello promoveu ainda um apelo à consignação de 0,5% do IRS dos colaboradores a favor de uma das entidades parceiras do Programa de Voluntariado, ou da Fundação Amélia de Mello.

Importa ainda salientar a atribuição, pela José de Mello, de apoios a instituições de âmbito social, designadamente à Comunidade Vida e Paz, ao Banco Alimentar Contra a Fome e ao Centro Comunitário da Galiza.

Já no final do ano ocorreu a doação de 12 milhões de euros concedida pelo Grupo José de Mello e pela família José de Mello à Universidade Católica Portuguesa (UCP) que fica assinalada, à data, como a maior doação realizada em Portugal a uma universidade.

O donativo concedido visa apoiar a construção do novo Campus Veritati, que compreenderá, entre outros, um novo edifício para a instalação da Católica Lisbon School of Business and Economics que passará a denominar-se “Edifício José Manuel de Mello”, e materializou o propósito de reforçar o papel das instituições universitárias na formação de jovens qualificados que possam dar o seu contributo para o desenvolvimento de Portugal.

A José de Mello concedeu ainda um apoio de dez mil euros, no final do ano, à Federação Portuguesa pela Vida, no âmbito de uma campanha realizada contra a aprovação da despenalização e legalização da eutanásia.

As principais plataformas e unidades de negócio do Grupo José de Mello – Bondalti, Brisa, CUF e José de Mello Residências e Serviços  – desenvolveram, no âmbito da sua atividade empresarial, um conjunto alargado de importantes ações de responsabilidade social no decurso do exercício de 2020.

in Relatório e Contas 2020

 

 

 

As principais plataformas e unidades de negócio do Grupo José de Mello – Bondalti, Brisa, CUF e José de Mello Residências e Serviços  – desenvolveram, no âmbito da sua atividade empresarial, um conjunto alargado de importantes ações de responsabilidade social no decurso do exercício de 2020.

in Relatório e Contas 2020

019

Programa de Voluntariado
separador-azul-jose-de-mello

Lançado em 2011, com o apoio da Fundação Amélia de Mello, o Programa de Voluntariado decorre de um compromisso assumido de uma atuação empresarial socialmente responsável, baseada no legado histórico do antigo Grupo CUF.

Este Programa permite a mais de quatro centenas de colaboradores e membros da família José de Mello doarem as suas competências para uma causa comum e é uma forma de as empresas participadas contribuírem positivamente para as comunidades em que se inserem, muito para além dos donativos e ações de mecenato.

Saiba mais no site do Programa de Voluntariado.

Projeto “Ser Solidário”
separador-azul-jose-de-mello

Com início em 2007, o Projeto Ser Solidário parte de uma lógica de grande envolvimento dos colaboradores das empresas participadas do Grupo José de Mello.

Trata-se de uma iniciativa que visa apoiar todos os anos várias instituições de solidariedade social mediante a participação ativa dos colaboradores aderentes, que descontam pelo menos 1 euro do seu vencimento mensal, podendo depois votar nas entidades que gostavam de ver beneficiadas.

Cada empresa do Grupo José de Mello duplica o valor dos contributos dos colaboradores e entrega os donativos às instituições escolhidas.

Colónia de Férias
separador-azul-jose-de-mello

Procurando dar continuidade a um forte legado histórico do antigo Grupo CUF neste domínio, o Grupo José de Mello oferece, desde 2001, aos filhos dos seus colaboradores, com idades entre os 7 e os 17 anos, a possibilidade de frequentarem uma colónia de férias durante os meses de verão.

Entre 2001 e 2019, participaram nas colónias de férias do Grupo José de Mello mais de 1650 crianças, filhas de colaboradores das empresas participadas.

Fundação Amélia de Mello
separador-azul-jose-de-mello

A Fundação Amélia de Mello (FAM) foi instituída em outubro de 1964 por iniciativa de D. Manuel de Mello, em homenagem à sua mulher, filha de Alfredo da Silva, com o principal objetivo de dar continuidade à obra social do Grupo CUF.

A FAM tem fortes ligações aos grupos empresariais geridos pelos descendentes do seu instituidor, nomeadamente o Grupo José de Mello e o Grupo Nutrinveste Sovena, mas a sua gestão e modelo de governo são independentes.

A atividade da FAM consiste sobretudo na atribuição de bolsas de estudo e apoio à investigação clínica e em ciências médicas ou humanas.

Em parceria com o Grupo José de Mello, a FAM promove anualmente um programa de bolsas de estudo para licenciaturas e mestrados, dirigido a filhos de colaboradores das empresas participadas, para além apoiar o Programa de Voluntariado e bolsas e prémios para investigação clínica, inovação e solidariedade social.