Comunicados de imprensa

Resultado líquido do Grupo José de Mello atingiu 6.9 milhões de euros

22/05/02

Apesar do clima de abrandamento económico que marcou 2001, a José de Mello, SGPS, SA encerrou o último exercício com uma melhoria dos seus principais indicadores consolidados.

O Grupo José de Mello registou um resultado líquido consolidado de 6.9 milhões de euros no final de 2001, o que representou uma evolução de 47,9% face ao exercício de 2000, altura em que o resultado líquido foi limitado por uma operação de amortização integral do goodwill, que ascendeu a cerca de 107 milhões de euros.

Apesar de ter limitado o resultado líquido apurado em 2000, esta operação criou condições para resultados mais positivos nos exercícios subsequentes, como se comprova com os 6.9 milhões de euros de lucros consolidados obtidos no final de 2001.

Quanto ao activo consolidado, registou um crescimento de 28%, passando de 1.741 milhões de euros em 2000 para 2.232 milhões de euros em 2001.

O aumento do activo ficou a dever-se essencialmente ao reforço da posição na Brisa, actualmente participada pelo Grupo José de Mello em 20%.

Relativamente aos proveitos consolidados, registaram também um crescimento face a 2000, atingindo o montante de 854 milhões de euros.

Os capitais próprios consolidados ascenderam, no final de 2001, a 305 milhões de euros, o que representou um reforço da ordem dos 4%.